O Visconde Que Me Amava (Resenha)

Julia Quinn


ISBN-13: 9788580411973
ISBN-10: 8580411971
Ano: 2013 / Páginas: 288
Idioma: português 
Editora: Arqueiro


A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será
Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.

Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.

Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.

Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.

Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.



Sinopse: Skoob 

Sem deixar de lado todas as pombas, e regalias tradicionais da época, está historia trás muito bom humor, emoção, superação,e uma pitada de sensualidade.

Bom mais essa  história, tem muito mais a oferecer, do quer isso. É   um lindo conto não de fadas, mas de farpas, isso mesmo! Antony. O príncipe é lindo, sedutor, e libertino.

Kate. A princesa. Ela é apenas,conhecida como a irmã mais velha da “Incomparável”. Edwina: A “Incomparável” com seus cabelos loiros e os olhos azul- claro impactantes.

Entre os personagem mais citados no livro temos uma fofoqueira de plantão: Lady Whistledown. Uma colunista social, que não perdoa ninguém . É através está  coluna social que Kate, tem sua opinião, formada, e concreta sobre Antony.

Antony apesar de ter decidido casar, não é muito exigente em sua escolha, pois sabe que na corte não falta moças bonitas, graciosas que foram muito bem instruídas para se tornarem uma viscondessa. A única exigência do visconde era, que:

“Fosse  uma mulher, por quem  ele nunca fosse,  se apaixonar . Isso nunca poderia   acontecer”

Antony escolhe Edwina para  receber seus cortejos já que ela,  tem todos os atributos para ser uma viscondessa, com um detalhe muito importante, apesar de toda beleza da moça, Antony nunca vai se apaixonar por ela. Já que amor, paixão e atração física, não é algo, que tenha a ver diretamente com beleza.

É  através de uma  colunista  misteriosa, e seus artigos, pretensiosos.  Que Kate, toma por, fonte segura, para ter sua opinião formada, sobre quem é Antony.  Estas informações, quase sempre destaca o comportamento devasso do Visconde.

E  tudo começa assim: Edwina irmã caçula de Kate, vai debutar pela primeira vez, e disse que só se casaria com o homem que sua irmã aprovasse. E o desafio estava lançado, para, a esperta, e “quase”,indomável, senhorita. Não será fácil pra cavalheiro nenhum,  passar pelo crivo desta esperta irmã mais velha de Edwina. Só não se sabe de onde vem tanta experiência, com os homens pois Kate apesar da idade já um pouco avançada de quase 22 anos nunca foi  cortejada por alguém. Lá no fundo ela já estava se conformando com a ideia de que ficara para titia.

Como todos os rapazes já sabiam,que  para conquistar Edwina tinha que primeiro causar uma boa impressão, a sua irmã, Kate. O visconde foi lá fazer a parte dele, o que ele  nunca imaginava era  que seria tão difícil, e e por isso,  prazeroso causar uma boa impressão,em alguém. Sendo que essa pessoas era Kate, a pessoa que por antecipação e por excesso, de crônicas lidas já tinha uma  opinião, formada e solidificada sobre ele.E a opinião dela sobre ele não era lá das  melhores.

Entre uma farpa e outra um pisão de pé e outro, e com a ajuda de uma abelha essa história é simplesmente, linda adorável. E que seja adaptada paras as telonas, o mais rápido, possível.

Tive surpresas, muito agradáveis, outras emocionantes, ter contato com os mais profundos segredos,  e traumas de Antony e Kate, foi algo maravilhoso.  Se eu fosse pelo menos 10% mais sensível eu tinha chorado baldes. Embora o melhor do livro é o bom humor.

O  que vale ressaltar, É o fato de haver detalhes  picantes e  minuciosos  em alguns momentos da história.  Porém esses detalhes não chega a ser, algo vulgar, com um vocabulário, que beire o mau gosto.De jeito algum.  A linguagem é extremamente delicada.

 

O livro é maravilhoso, e o melhor é que, está coleção é composta por 8 livros. Cada livro, destaca um membro da família Bridgertons

Por Bia Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s