Segredos de uma noite de verão (Resenha)

Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar
nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar.

Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle.
No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz.
As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon… e descobre que o amor é um jogo perigoso.
No primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Annabelle sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar
.
“Um romance excelente.” – Publishers Weekly

Sinopse: SkoobSEGREDOS_DE_UMA_NOITE_DE_VERAO_1435264890445204SK1435264890B
Olá Leitores! Para quem gosta de um romance de época, esse livro é  perfeito para aumentar, sua  coleção.E ele não vem sozinho. “Os segredos de uma noite de verão”. é o primeiro da coleção. “As quatro estações do amor”.
Um romance de época, onde o interesse, prevalece, sobre o amor. Onde as aparências, vale mais que a essência. Um casal nada convencional, são os protagonistas desta história. Annabelle Peyton. uma bela moça, que há três bailes anuais, na corte de Londres, tenta, encontrar, um aristocrata, que a escolha para casar. Sua  maior preocupação, não é apenas porque só lhe resta, um último baile. Para tentar, impressionar, um cavalheiro, antes de ser declaradamente encalhada. Seu interesse, está muito além disso. Sua mãe Phelippa  é viúva, seu irmão, Jaremy ainda é um garoto, que estuda em colégio interno. Sua família passa por grandes apuros financeiros. Annabelle nos bailes, da corte passa um pouco de vergonha, por sua roupas estarem, muito desgastadas e por exibir joias falsas.  Por ser tão visível sua dificuldade financeira. A moça já recebeu algumas propostas, para  ser amante de alguns homens da corte. Isso a incomoda, bastante, sem cortar dos rumores, que surgem de que ela é amante de um velho asqueroso, da corte, que muitas vezes, ao ser consultado sobre o boato, nem confirma e nem desmente. Isso só o deixar envaidecido, pela possibilidade de ter a linda e jovem Annabelle como sua conquista. E isso compromete a reputação da moça. Infelizmente Annabelle, sabe que por mais remota que seja a possibilidade, de se   tornar amante de um aristocrata, essa pode ser  a única alternativa. Tudo depende do que vai acontecer na última temporada dos bailes.
Um romance de época, onde o interesse, prevalece, sobre o amor. Onde as aparências, vale mais que a essência. Um casal nada convencional, são os protagonistas desta história. Annabelle Peyton. uma bela moça, que há três bailes anuais, na corte de Londres, tenta, encontrar, um aristocrata, que a escolha para casar. Sua  maior preocupação, não é apenas porque só lhe resta, um último baile. Para tentar, impressionar, um cavalheiro, antes de ser declaradamente encalhada. Seu interesse, está muito além disso. Sua mãe Phelippa  é viúva, seu irmão, Jaremy ainda é um garoto, que estuda em colégio interno. Sua família passa por grandes apuros financeiros. Annabelle nos bailes, da corte passa um pouco de vergonha, por sua roupas estarem, muito desgastadas e por exibir joias falsas.  Por ser tão visível sua dificuldade financeira. A moça já recebeu algumas propostas, para  ser amante de alguns homens da corte. Isso a incomoda, bastante, sem cortar dos rumores, que surgem de que ela é amante de um velho asqueroso, da corte, que muitas vezes, ao ser consultado sobre o boato, nem confirma e nem desmente. Isso só o deixar envaidecido, pela possibilidade de ter a linda e jovem Annabelle como sua conquista. E isso compromete a reputação da moça. Infelizmente Annabelle, sabe que por mais remota que seja a possibilidade, de se   tornar amante de um aristocrata, essa pode ser  a única alternativa. Tudo depende do que vai acontecer na última temporada dos bailes.
Simon Hult filho de um soqueiro, que trabalhou, longe na corte, construiu seu patrimônio, por outros caminhos, é investidor, industrial. Por não ser de  família tradicional. E por fazer parte da classe trabalhadora, Simon, é visto com um certo preconceito, especialmente pelas moças da corte.Incluindo Annabele.  Mas por sua influencia, como investidor, enquanto algumas família tradicionais, passam por alguns apuros financeiros.  O ramo que Simom investe, cresce a passos largos.  Simon é um rapaz alto forte, de uma aparência imponente, de consumes, que pode se considerar, grosseiros, comparando  aos costumes nos homens da corte. Que costumam, ser franzinos, de traços delicados, de um cavalheirismos, que beira, a chatice e  que gostam de poesias…
Quatro Estações do Amor
Simon  ficou apaixonado, desde que viu Annabele, pela primeira vez, na porta do teatro com o irmão. A quem Simon conhecia, e chegou a convidar os dois para assistirem ao espetáculo, em questão. (Annabele e o irmão ficaram da porta do teatro, por não terem dinheiro suficiente, para comprar as entradas). Por muita insistência, e para fazer a vontade do irmão Annabelle aceito o convite, para assistir ao espetáculo, sua antipatia pelo cavalheiro foi a primeira vista. Mesmo assim ao roupar o beijo da moça durante o espetáculo. Annabelle não pode resistir ao beijo, que há deixou, estarrecidamente, impactada… Mesmo assim, isso não a fez amolecer nem um pouco sua antipatia pelo imponente rapaz, rustico, e de uma pegada inesquecível. Será que essa antipatia e implicância, pelo jovem rapaz irá se reverter?
Um romance, que no inicio me prendeu bastante, mas do meio me pareceu que seria monótono. Me suspeendeu, totalmente e positivamente.    Alternando: bom humor, brigas, momentos de tenção. A amor, paixão e desejo. Esse é um livro intenso com emoções, distintas. Que   vale muito, apena ler.  Os diálogos triviais , são bem recompensados,pela intensidade,dos acontecimentos, tornando a  história,  incapaz de ser deixada de lado…
  Espero que tenham gostado da resenha. Chaw até a próxima!
Por Bia Oliveira

Sobre a Autora:

Lisa Kleypas

Depois de se formar na Universidade de Wellesley em Ciências Políticas, publicou seu primeiro romance aos vinte e um anos de idade. Em 1985, ela foi nomeada Miss Massachusetts e competiu o Miss America, em Atlantic City. Lisa está casada e tem dois filhos.
Em sua página na web, a autora conta: “Comecei a escrever romances porque sempre amei lê-los. Indiscutivelmente, fui uma nerd durante toda a escola primária e, mesmo “florescendo” na secundária, acredite, a nerd interior ainda estava aqui. Nunca pude imaginar um tempo melhor aproveitado do que lendo um livro, e este amor pela leitura, com o tempo, se traduziu num profundo desejo de escrever um.”
Traduzido e adaptado de http://www.universoromance.com.ar/lisakleypas/biografia
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s