O Inferno de Gabriel (Resenha)


O inferno de Gabriel

Sylvain Reynard

ISBN-13:O_INFERNO_DE_GABRIEL_1357576650B 9788580411263
ISBN-10: 8580411262
Ano: 2013 / Páginas: 512
Idioma: português
Editora: Arqueiro

A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher.

Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites.

O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados.

Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer.

Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir.

Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.
Sinopse: Skoob.

O que posso acrescentar, ao que está da sinopse é que: Muitos  dizem que “O inferno de Gabriel” é muito semelhante ao  ” 50 Tons de Cinza”. Mas já estou dizendo que não é. Ele têm momentos picantes? sim tem. O Gabriel é um homem, atraente, envolvente, sedutor e sem escrúpulos sim? Ele é. Porém, apesar de tudo isso, no decorrer, do romance, o Gabriel se torna o homem, que toda mulher gostaria de ter.   Gabriel têm qualidades, porém pouco explorada, por todas as mulheres, que passaram pela vida dele. Claro que antes de Julianne (Julia). Gabriel é um homem extremamente culto. Que têm muitos traumas e segredos. Porém tudo isso, está sendo trabalhado de forma positiva. Ao ponto de ele está encontrando a luz no fim do túnel. Que poderá, tira-ló do Inferno. O inferno interior, de Gabriel  é muito bem camuflado , superficialmente pela   riqueza e luxo. em que Gabriel vive cercado.

Mas isso até impressiona, inicialmente Julia. Que vive em uma quitinete. Em Toronto, chega até passar dificuldade, tendo uma alimentação precária. Gabriel, tentando se redimir com Júlia, a respeito de erros que cometeu como ela no passado. E no presente tenta protege-lá e ajuda-lá  de diversas maneiras.  Mas Júlia não se rende as regalias. Que Gabriel. Quer dispor para ela.

Entre encontros, desencontros. maus entendidos, do passado que resultaram em feridas, e traumas durante anos. Uma atração física, quase incontrolável, entre ambos.De um lado um professor universitário, com uma carreira em absoluta ascensão. Do ouro uma aluna de mestrado, que se sacrifica muito para conseguir finalizar o curso.Ambos correm o risco, de acabarem com o  futuro profissional.Por se arriscarem a viver uma história de amor. Que a muitos anos atrás teve inicio de  forma rápida e incomum.Dante e Beatriz. Foi a inspiração, de uma noite inesquecível Agora Dante e Beatriz é o motivo pelo qual eles se reencontram. Uma história de amor intensa. Inspirada na  Clássica história de Dante e Beatriz.

Aqui está uma grande diferença. Entre 50 tons de cinza e O inferno de Gabriel. O extremo bom gosto, no conteúdo, que ilustra a história. “A Divina Comedia” de Dante Alighieri. Um romance, clássico.
Além do  acervo cultural, O romance também tem uma PleyList impecável.

Fui surpreendida positivamente, a respeito deste livro. A diferença, entre  alguns romances, está da mistura exata nos elementos que o autor, decide,colocar na elaboração da história. Sylvain Reynard. Foi mestre quando misturou, cultura, literatura, momentos intensos de paixão, com momentos de ternura e amor. Que nos lembra um romance de Nicholas Skarkes.
Se você gosta de literatura clássica, e ainda não conhece o livro a “Divina Comedia”. Você imediatamente  irá procurar le-Lo porque será impossível, não se envolver, e querer conhecer a história de Dante e Beatriz. Já que ela perpassa  todo relacionamento entre Julia e Gabriel. Seja na vida acadêmica, como também da vida particular do casal.

Eu não poderia finalizar está resenha sem antes, mostra para vocês ás ilustrações das obras de artes citadas no livro. Vendo assim até parece não ter importância. Mas posso dizer que elas quando citadas no decorrer da leitura nos provoca grande curiosidade. Devido a perfeita  interação delas com a história. O inferno de Gabriel. não é  mais uma história. De amor clichê. É uma história com um acervo cultural, e literário, difícil de encontrar na literatura atual. A mistura de clássico com o contemporâneo, nós leva, a mergulhar no mundo riquíssimo da literatura que pode ser muito bem misturada e nos favorecer ricamente.

Resenha por Bia Oliveira

AS OBRAS CITADAS NO LIVRO O INFERNO DE GABRIEL
Fonte das Ilustrações http://www.worldofdante.org/gallery_botticelli.html


Dante e Beatriz de Henry Holiday


A Primavera de Sandro Botticelli




O Beijo de Auguste Rodin



O Retorno do filho prodigo de Rembrant



               
Sobre o Autor

Quase nada foi divulgado sobre a verdadeira identidade do autor por trás do pseudônimo Sylvain Reynard.

Sabemos que ele é canadense, já escreveu vários livros de não ficção e tem um profundo interesse pela arte e pela cultura renascentistas. Mas, embora declare ser do gênero masculino, seus fãs têm uma forte suspeita de que na verdade S.R. seja uma mulher.

Semifinalista ao prêmio de Melhor Autor e Melhor Livro no Goodreads Choice Awards de 2011, Reynard apoia diversas instituições de caridade e acredita que a literatura ajuda a explorar os diversos aspectos da condição humana, como o sofrimento, o amor e a redenção.

Fonte: Skoob

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s